quinta-feira, 6 de setembro de 2007

A

Alguns chamariam de homenagem. Outros de plágio. Totalmente baseado nos saudosos Textículos de uma letra, do Utopia Dilucular:

Aborrecido, arrancou a artéria aorta abruptamente. Arrependeu-se. Arranjou a argumentação ardilosa:

- Arre! Apoquentado arrebatei a angústia amarga. Agora ampara-me!
- A ação abismou-me! Acalma-te e agüenta!
- A apoplexia atroz atacou-me. Alcança uma atadura!
- Arrumei o atilho.
- Anda, a acerba ardência arrefeceu! Aproveita!
- Acabei. Apruma-te altivo e avalia a avaria
- Agradecido!
- Andas aflito e amargo, atarantado amigo?
- A arte de amanhar amoras é árdua. Arrasou-me!

3 comentários:

m disse...

Adorei a artimanha, Andre (!)

abraços

Ticous disse...

Droga, roubaram a piada que eu tinha pensado em fazer! Mas tudo bem, muito provavelmente eu não conseguiria mesmo.
Aliás, era pra entender esse texto "em A"? Se era, desenha pra mim por favor. Viajei totalmente.

Cla disse...

é!
a nina roubou a piadinha da galera!
ainda bem que eu já preparei uma pra se ele postar um textículo todo com B! eheuheueh :)